Histórico

A Orquestra Redenção é uma vertente do Projeto Redenção (https://www.facebook.com/projetoredencaooficial/), uma iniciativa que surgiu da associação de músicos cristãos, da direção de Eli Moreira e do apoio da Igreja Presbiteriana do Brasil. Desde 1998, criamos um espaço de arte e reflexão por meio de mostras de arte e espiritualidade toda segunda-feira a noite com transmissão ao vivo pela internet. 


Proposta musical

A Orquestra Redenção é bastante diferenciada, pois une o erudito com o popular em suas diferentes esferas. Músicos vindos tanto do erudito, como do estudo popular, emitem uma sonoridade ímpar.
Arranjos feitos a partir de uma proposta diferente procuram não descaracterizar nenhum dos estilos, mas sim dar uma nova roupagem.
Para tanto, não se pensa somente na orquestra, mas também em uma banda de base, que harmoniza piano, contrabaixo, guitarra, bateria e percussão. São arranjos populares que fogem do conceito tradicional existente.

Orquestra

Elias Jó é bacharel em piano erudito pela Faculdade Mozarteum de Sao Paulo (Famosp), tendo também estudado piano popular no conservatório de Tatuí.

Trabalhou como maestro, arranjador, produtor musical e professor de música.

Currículo : Eliana de Lima, Raça Negra, Belo, Art Popular, Zezé di Camargo e Luciano, Oswaldinho do Acordeon, Hermeto Paschoal, Cantores de Deus, Pe. Juarez, Adryana Ribeiro, Pe. João Carlos, entre outros.

Já foi produtor musical do Raul Gil (2003 a 2010 Record/SBT), Musical Jair em Desparada
(2012) e Ídolos Kids (Record/2013).

Atualmente atua como maestro e arranjador da Orquestra Redenção.

Elias Jó, Regente

Já conhecia o Projeto Redenção quando fui convidada a tocar numa formação orquestral com o cantor Jorge Camargo. Não conhecia o cantor mas aceitei prontamente.

No ensaio encontrei amigos e músicos que há tempos não via. O clima não poderia ser melhor.

Além de conhecer o cantor, suas composições, suas músicas de qualidade e a linda poesia baseadas nos textos da Bíblia Sagrada, tivemos a oportunidade de tocar arranjos diferentes daqueles que fazemos em orquestras eruditas. Isto só acrescenta em nossa experiência musical. A partir dali, abracei e integrei a orquestra convidando também outros amigos músicos.

Esta orquestra pode ser importante no cenário musical de SP, pois difunde a Cultura Orquestral às pessoas que não tem. Este contato integra o popular neste cenário, além de fornecer aos artistas do “gospel music” a experiência especial de cantar com uma orquestra ao vivo, acrescentando à sua formação artística.

Uma orquestra que pode ser referência no Estado em difusão, formação e expressão artística de qualidade, tão importante para a Cultura musical brasileira.

Sou grata a Deus por fazer parte deste projeto.

Elisa Graciela Ribeiro, Viola

Últimos Videos

/
Ativos!